Escolha uma Página

Dados do gerenciamento
Gerenciamento de manutenção e dados.

Assumindo que dados após sofrerem um processamento por humanos ou computadores se transformam em informações, pergunto: de quem são os dados da gestão de manutenção? A resposta é fácil, são da empresa! Isto porque são tão vitais que não podem ser segredadas apenas para a área técnica apesar da mesma ser a principal consumidora.

Uma outra abordagem sobre os dados de manutenção diz respeito à qualidade dos mesmos.  Isto passa por veracidade e por sua atualização frente ao fato real. Quando os tomadores de decisão que consomem estas informações, confiam que as mesmas refletem a realidade, sentem-se seguros para agir. O contrário também é verdadeiro

Agora, a melhor forma de disponibilizar as informações da gestão de manutenção para as pessoas que devem ter acesso na empresa é através de um sistema de informação de fácil uso por todos os interessados: gestores, técnicos e usuários finais dos equipamentos/máquinas. Tudo isto de forma online com atualização em tempo real. Não é o caso de consolidar numa base de dados gerencial histórica para então ser disponibilizada para os consumidores da informação.

Dada a dinâmica dos negócios pode ser tarde demais para uma ação executiva trabalhar apenas com dados históricos. Imagina uma rede de supermercados numa época de pico de vendas com vários “checkouts” parados em algumas lojas e com outros ociosos em outras, se o problema for do PC é possível fazer uma transferência entre lojas e sanar o problema por exemplo. Já numa indústria fica bem evidente imaginar o quanto ter informações atualizadas é mais do que vital. Na área de serviços esta disponibilidade de informações também é importante.

Produtividade passa obrigatoriamente por gestão de manutenção eficaz! A dependência das empresas para com seus equipamentos/máquinas é óbvia. Logo a qualidade dos seus dados de manutenção é um real ativo a ser preservado com toda a atenção possível.

Sucesso!