Escolha uma Página

SaaSSoftware as a service (SaaS).

O título deste post foi criado para ser estranho mesmo ok? Mas, continue lendo e juntos chegaremos à conclusão de que, pensando bem, faz muito sentido.

Veja, quando sua empresa se estabelece em algum endereço, ninguém cogita a hipótese de comprarem geradores de energia elétrica para toda a empresa ou uma mini-hidrelétrica (salvo raras exceções). Simplesmente, a sua empresa consome energia elétrica como um serviço. Geração e transmissão de energia passam ao largo de suas muitas preocupações, isto não é seu problema, afinal, sua empresa é apenas consumidora deste serviço.

Pois bem, você já sabe que a tecnologia da informação evolui muito rapidamente e nesta evolução disponibilizou a chamada computação em nuvem (“cloud computing”) que nada mais é do que transformar software em serviço (dentre outras recursos).

Percebe agora que assim como sua empresa pode consumir energia como serviço, ela agora também pode consumir software de gestão de manutenção como serviço da mesma forma? Disse que ia fazer sentido e agora esclareci isto. Quando você contrata um software nesta plataforma a modalidade é chamada de “SaaS” (do inglês Software As a Service).

Vamos pensar nas consequências e vantagens. Não precisamos mais de complexas instalações de software. Com apoio da área de TI temos o acesso ao software em dias e não mais em anos/meses. O custo (uma das vantagens explícitas) cai absurdamente e se encaixa no orçamento do seu departamento. O acesso ao sistema de gestão extrapola as fronteiras do seu departamento e inclusive empresas terceirizadas podem acessar e alimentar seus dados de prestação de serviços.

Há muito sabemos que manutenção não é apenas conserto, é uma parte vital do processo produtivo de qualquer empresa. A visibilidade que a área de manutenção obtém pelo uso de um sistema desta categoria eleva o seu status. Mostra a quem de fato deve saber o real volume de trabalho, as restrições e os gargalos. Fica muito mais fácil para a alta direção tomar decisões positivas para a área.

Todas as objeções clássicas contra a adoção deste tipo de sistema já foram mais do que suficientemente ultrapassadas.

Lógico, que quando uma tecnologia causa uma disruptura, interesses são contrariados. Como argumento matador, saiba que todas as principais empresas de TI do mundo adotaram esta tecnologia! Estamos diante de um fenômeno irreversível e já são alguns “anos de estrada”.